30/03/2021 15h16min - Geral
3 semanas atrás

Após pressão de deputados, Reinaldo envia projeto para auxílio de R$ 200 a famílias de MS

AUXILIO EMERGENCIAL AS FAMILIAS AQUI DE MS

Divulgação ► Por videoconferência Reinaldo e Paulo apresentaram o Projeto na ALMS

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Um dia após o Jornal Midiamax publicar que deputados estavam pressionando Reinaldo Azambuja para apresentar projeto de auxílio estadual para famílias de baixa renda, o Governo de Mato Grosso do Sul levou nesta terça-feira (30) à Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) projeto para criar o programa Mais Social, para pagamento de R$ 200 para 100 mil famílias vulneráveis do Estado, devido à pandemia da Covid-19.

Deputados passaram a semana anterior se movimentando a fim de que o Executivo estadual apresentasse um programa de auxílio financeiro a desempregados e autônomos. Os segmentos são alguns dos mais afetados pela crise econômica provocada pela pandemia de covid-19.

O programa se justificaria como complemento ao baixo valor das parcelas do auxílio emergencial do governo federal, reduzidas a R$ 250. Antes, o benefício era de R$ 600. A retomada do auxílio foi autorizada pelo Congresso Nacional e destravada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após assinatura de decreto.

Para o deputado estadual Cabo Almi (PT), a “assistência social do governo do Estado tem que funcionar como nunca” durante o período de crise. O também deputado Pedro Kemp (PT) disse que é “totalmente favorável” à criação de um auxílio estadual.

Mais Social

O Projeto de lei será enviado a Alems ainda nesta terça-feira (30). A discussão sobre o programa estadual começou após o fim do auxílio emergencial do Governo Federal. O auxílio emergencial começou a ser pago às pessoas de baixa renda no ano passado, com valor inicial de R$ 600, terminando em menos de R$ 250.

O programa Mais Social é permanente e visa socorrer as famílias sul-mato-grossenses. Segundo Reinaldo, ‘além de contribuir para uma vida melhor aos beneficiários, injeta mensalmente recursos na economia’.

A proposta legislativa será encaminhada à Alems para ser aprovada em regime de urgência. Em videoconferência na manhã desta terça-feira (30), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o presidente da Alems, Paulo Corrêa (PSDB) apresentam a proposta aos demais deputados.

MIDIAMAX