30/10/2018 15h27min - Geral
3 anos atrás

Coronel David não descarta cargo no Executivo Estadual

APÓS ELEIÇÕES

Izabela Jornada/Correio do Estado ► Coronel David (PSL) foi o segundo deputado estadual mais votado em MS

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


O Coronel David (PSL) foi até a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (30), para rever os colegas e disse não ter interesse em assumir nenhum cargo no Executivo, mas não negou a possibilidade, especialmente por já ter atuado nos comandos das polícias Militar, Militar Ambiental e Rodoviária Estadual. Ele disse ter trabalhado muito para se tornar deputado estadual e por esse motivo não tem intenção de assumir nenhum cargo no governo, mas não pode descartar a possibilidade, especialmente se “Azambuja o convidar e Bolsonaro fizer questão”. Coronel David recebeu 45.903 votos nas últimas eleições, sendo o segundo mais votado para o cargo. “Não posso pensar nos meus anseios pessoais. Tenho que ver o que é melhor para o Estado, ma, é claro que eu conversaria com os que me apoiaram nesse projeto para ver a opinião deles”, disse. Coronel David lembrou ainda ter o nome “muito ligado à Segurança” em decorrência do tempo de atuação na Polícia Militar e ideias semelhantes às do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). “Não vamos dar paz para bandidos, cidadão de bem tem que ter os direitos respeitados. Acabar com a boa vida dos bandidos e o presidente do Brasil pretende ter política diferenciado para as fronteiras”, declarou. O parlamentar deve continuar na base aliada do governador. “Apoiei no primeiro turno e no segundo e vou continuar apoiando aquilo que for importante para Mato Grosso do Sul”. Hoje, o PSDB conta com 16 deputados na base. Sobre a presidência da Casa de Leis, David disse ser uma questão a ser avaliada com carinho. Questionado sobre a possibilidade de indicação de alguém do PSL, ele reforçou a representatividade do partido. “Sem contar que é o partido do presidente”, finalizou. Correio do Estado