13/11/2018 - 09h28min

Advogada de Pavão que sofreu atentado com 14 tiros na fronteira morre após cirurgia - VIDEO CENAS FORTES

[ FOTO: Reprodução ABC Collor ] Momento em que os assassinos atiraram na advogada

A advogada Laura Casuso, de 54 anos, atacada com mais de 14 tiros no início da noite desta segunda-feira (12), na cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã – a 325 quilômetros de Campo Grande, morreu depois de passar por cirurgia no hospital.

Laura chegou ao hospital com várias perfurações no abdômen, tórax, pescoço e membros superiores, causando lesões vasculares e múltiplas fraturas. Os médicos ainda haviam falado que o estado de saúde de Laura era delicado, mas momentos depois do anuncio do término da cirurgia, ela não resistiu e morreu.

Sobre informações da advogada estar usando colete à prova de balas, o médico falou ao site ABC Color que não trouxeram junto de Laura nenhum colete. Laura era advogada dos narcotraficantes Jarvis Pavão e Marcelo Piloto, e foi atingida com vários tiros, sendo levada para atendimento em uma clínica particular da cidade.

Nas imagens de câmeras de segurança é possível ver quando os pistoleiros chegam em uma camionete, de cor preta, e Laura saía de uma casa. Um dos homens desce e faz vários disparos contra ela, que cai na calçada. Em seguida eles fogem.

Pavão estava preso desde 2009 na penitenciária Tacumbu, em Assunção. Ele cumpria pena de oito anos por crimes de lavagem de dinheiro e porte ilegal de armas no Paraguai.

No Brasil, ele irá cumprir pena de 17 anos e oito meses de reclusão a que foi condenado pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Sua extradição foi solicitada pelo Juízo da Vara Criminal de Balneário Camboriú (SC), responsável pela condenação.

Já em relação a Marcelo Pìloto, a Justiça Paraguaia autorizou a extradição do traficante brasileiro apontado como maior fornecedor de armas e drogas para o Brasil. Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto está preso no Paraguai desde dezembro de 2017.

O processo de extradição foi acelerado depois de a polícia paraguaia frustrar dois planos de resgate do brasileiro, que está preso em Assunção.

ATENÇÃO.....VÍDEO ABAIXO CONTÉM CENAS FORTES /Reprodução youtube/ABC Collor



Fonte: Assessoria de Imprensa
TAGs: Advogada de Pavão assassinada no Paraguai advogada Laura casuso Pavão Paraguai Armas e drogas guerra na fronteira
Editoria: Polícia



Nossas Editorias

· Educação
· Especiais
· Esporte
· Geral
· Naviraí
· Polícia
· Política
· Região
Jornal Correio do Sul TV
Editor: Odilo Balta

E-mail: jornalcorreiodosul@terra.com.br
Endereço: Av. Nelsi G. Simas,
Naviraí - MS - Brasil

+55 67 9974-9649


Online desde 01/07/2007
Desenvolvido por
ANSIM