O assunto é: Geral

23/06/2020 - 09:10

Ciclista morre ao ser atingido por semi-reboque e cair de pontilhão.

[ FOTO: Álvaro Rezende. ] Semi-reboque atingiu ciclista e o derrubou de pontilhão.

Ciclista, identificado como Laércio, de 28 anos, morreu após ser atingido por um semirreboque que se desprendeu de um caminhão, na tarde desta segunda-feira (22), na Avenida Mascarenhas de Moraes.


De acordo com o delegado Guilherme Rocha, o ciclista estava passeando de bicicleta com um amigo pela Mascarenhas no sentido Avenida Tamandaré, mesmo sentido em que seguia o caminhão. Quando passavam pelo pontilhão, um dos ciclistas ouviu o barulho do semi-reboque se desprendendo e freou, enquanto o outro, que seguia na frente não escutou e continuou seguindo.


“Ele [testemunha]disse que foi muito rápido. Quando ele começou a gritar para avisar, ele já viu esse engate soltando, tombando paro lado e colhendo o amigo dele de lá de cima [do pontilhão] aqui para baixo”, disse o delegado. 


Ao ser atingido, o homem caiu do pontilhão, de uma altura de aproximadamente seis metros, e foi arrastado por mais alguns metros até atingir o guard-rail na Avenida Ernesto Geisel, que é a via que passa por baixo do pontilhão.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram ao local, mas a vítima morreu na hora e não chegou a ser socorrida.


Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) também foi ao local e submeteu o motorista do caminhão ao teste do bafômetro, que deu resultado negativo. Ele informou que um problema mecânico causou o desacoplamento do semirreboque, causando o acidente. 


Segundo o delegado, o motorista tinha acabado de descarregar uma carga de cimento e estava trabalhando, quando houve a fatalidade.


“Estava tudo em dia [o veículo], nenhuma irregularidade, disse que fez revisão pouco tempo atrás. A gente vai fazer perícia, ouvir todo mundo, o proprietário, o motorista, a testemunha, que é o outro ciclista que estava atrás, para apurar se houve algum tipo de negligência, quem tem algum tipo de responsabilidade, mas é precipitado fazer qualquer tipo de afirmação”, disse o delegado. 







Correiodoestado.


Fonte: Assessoria de Comunicação
TAGs:  •  
Editoria: Geral

Desenvolvido por
ANSIM