30/07/2017 15h01min - Polícia
4 anos atrás

Período de seca eleva em 87% casos de queimadas no Estado

Período de seca

João Paulo Gonçalves/CGNews ► Aumento nas queimadas tem preocupado os responsáveis pelos setor no Estado

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: A Gazeta News


O número de incêndios em Mato Grosso do Sul somente no mês de julho teve aumento de 87% em relação ao mesmo período de 2016. Por dia, são registradas cerca de 45 ocorrências, provocadas, principalmente, pelo tempo seco que vem castigando o estado nas últimas semanas. De acordo com o Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar do estado, entre os dias 1º e 27 deste mês foram registradas 1.231 ocorrências, um avanço significativo em relação às 658 do ano passado. Segundo a corporação, as condições climáticas são o principal motivo para o salto no número de casos, já que a baixa umidade do ar favorece a propagação do fogo. A geada ocorrida em diversos municípios na semana passada também favoreceu o aumento nos focos de incêndio, pois a vegetação "queimada" acaba se tornando combustível para o fogo. "Além disso, o mau hábito cultural de atear fogo em lixo, terrenos baldios e afins também têm contribuído para o aumento dos casos”, informou o tenente-coronel Waldemir Moreira Júnior. “Foram 954 registros de incêndios florestais, e isso considerando que a vegetação ainda não está totalmente seca. Quando isso ocorrer, a partir de agosto, os casos de incêndio poderão aumentar ainda mais”, alerta. As estatísticas apontam que, nos finais de semana, há aumento de 50% nos incêndios em vegetação, que se iniciam a partir de “limpeza” de terrenos e Em quartéis de diversos municípios, o Corpo de Bombeiros tem atuado com equipe extra para prevenir e combater incêndios. “Até a queima controlada fica suspensa nesse período e quem for flagrado vai responder por crime ambiental”, informa. No início do mês, o Governo do Estado publicou comunicado de alerta para o período de estiagem, considerado crítico entre os meses de julho e setembro. Cgnews