25/05/2014 21h53min - Geral
9 anos atrás

A jornal, Jefferson diz que presidente do STF está 'exagerando' com Dirceu

mensalão

Arquivo JCSul ► Jefferson acusa Joaquim Barbosa e tratar diferente membros do PT

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: A Gazeta News


Em carta enviada a pedido do jornal "Folha de S.Paulo" e publicada neste domingo (25), o delator do mensalão do PT, ex-deputado Roberto Jefferson, disse considerar que o presidente do Supremo Tribunal Fedeal (STF), Joaquim Barbosa, "está exagerando" com o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e "vitimizando a turma do PT". No dia 16 de maio, o ministro Joaquim Barbosa rejeitou pedido de trabalho feito por Dirceu em um escritório de Brasília. Barbosa também decidiu revogar autorizações de trabalho para outros sete condenados no processo, entre eles o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. O argumento é de que eles não têm direito ao benefício porque não cumpriram um sexto da pena, conforme estabelece a Lei de Execução Penal (LEP). Apesar disto estar previsto na lei, há mais de dez anos o Superior Tribunal de Justiça (STJ) tem autorizado o trabalho desde o início do cumprimento da pena para presos do semiaberto. A defesa de Dirceu já recorreu ao plenário do STF, mas depende de Barbosa o momento em que o recurso será analisado. Jefferson escreveu a carta no dia 19 de maio, de dentro do Instituto Penal Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói. Ele começou a cumprir em fevereiro pena de 7 anos e 14 dias pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa de Jefferson já recorreu para que pedido de prisão domiciliar seja avaliado pelo plenário, mas o caso ainda não foi julgado. Roberto Jefferson disse que não gosta de Dirceu, mas questionou a atuação de Barbosa. "Sobre o Dirceu, penso que o JB [Joaquim Barbosa] está exagerando e vitimizando a turma do PT. [...] Você sabe que eu não gosto do José Dirceu, mas a coisa está demais", afirmou na carta, segundo a Folha. O ex-deputado citou ainda que todos os tribunais concedem trabalho externo antes do cumprimento de um sexto da pena. "Ele [Barbosa] monocraticamente revogou uma jurisprudência consagrada em todas as comarcas e tribunais do Brasil. Até no STJ os condenados no semiaberto trabalham desde o primeiro dia da execução da sentença. Nitidamente o JB [Joaquim Barbosa] tem diferenças pessoais com a turma do PT." Saúde de Jefferson Roberto Jefferson relatou ainda estar sendo "bem tratado" e destacou que a diretora do presídio é uma mulher "muito sensível e atenciosa" e que tem conseguido manter a dieta necessária por conta da cirurgia. O ex-parlamentar passou por cirurgia em julho de 2012 para retirada de um tumor no pâncreas. Em dois anos, perdeu 20 quilos, conforme os médicos que o atenderam. Atualmente, ele tem desequilíbrio metabólico e restrição alimentar resultantes do tratamento.