09/06/2016 13h29min - Geral
6 anos atrás

Abrigo para mototaxistas em Naviraí será moderno e de qualidade

Mototaxistas agradescem o prefeito Leo Matos (PSD), o início das obras de implantação de dois abrigos

Divulgação ► Abrigo para mototaxistas em Naviraí será moderno e de qualidade

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Um grupo de mototaxistas pediu uma audiência com o prefeito Leo Matos (PSD), para agradecer o início das obras de implantação de dois abrigos (nas avenidas Weimar Torres e Amélia Fukuda) dos seis projetos existentes. Um terceiro ponto, já foi licitado para Avenida Caarapó. De acordo com o gerente de Obras Flávio Tanus, cada abrigo será feito com a implantação de amplas janelas de vidro em blindex com 10 milímetros, com revestimento externo em pastilha, piso externo em concreto polido com mais de 80 metros quadrados, piso interno em porcelanato e soleira de granito, revestimento cerâmico em todas as paredes do banheiro, uma cobertura em estrutura metálica e contando com sistema de fossa e sumidouro. “As portas da Gerência de Obras da Prefeitura estão abertas e nós estamos à disposição para prestar qualquer esclarecimento”, encerra. O vereador Gil do Taxi lembra que os abrigos para os mototaxistas, serão espaços modernos que servirão de modelo para estabelecer um padrão de qualidade e de durabilidade para esta e outras obras similares, o que certamente vai atrair a atenção de todo o Brasil. “Servirão como referencial para obras similares”, disse o parlamentar. O presidente do Sindicato dos mototaxistas de Naviraí, José Aguinaldo Serafim, disse que “não há dúvida alguma sobre a obra e o que nos foi passado está sendo feito com qualidade, o que eleva a nossa auto-estima e nos dá conforto e melhor condição para atender a população”, declarou. O gerente de Obras da Prefeitura, Flavio Tanus, disse que os recursos aplicados de R$ 60 mil a R$ 65 mil, com variações conforme as calçadas e no caso da Avenida Caarapó, obra já licitada e não iniciada, o custo é o mais alto (R$ 64,8 mil) porque haverá o adicional da remoção de um poste para haver a preservação de árvores. “Estamos fazendo tudo com muita transparência e muita responsabilidade e esta é uma obra feita para servir como referencia para obras similares”. Na reunião para comprovar o que estava falando, Flávio Tanus pediu para um mototaxista que tem a esposa trabalhando em uma loja que revende vidros, para que ele ligasse para saber sobre o valor do vidro temperado de 10 milímetros, cuja planilha de custos aparece com a cotação de R$ 290,19 e que na loja de Naviraí está sendo vendido por R$ 350,00. “Todos os preços colocados na planilha estão compatíveis com a realidade de mercado, e muitas vezes com valores abaixo do que é praticado no varejo, pois seguem os valores indicados pelo código SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil)”, declara. NaviraiNoticias