22/05/2016 10h45min - Geral
7 anos atrás

Antiga feira no centro poderá ser Food Park afirma prefeito de Naviraí

Antiga feira

arquivo ► Prefeito já trabalha para que o projeto saia do papel

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: A Gazeta News


A Prefeitura de Naviraí, via Gerência de Desenvolvimento Econômico, trabalha pela regularização dos lancheiros que atuam na praça Euclides Fabris e nos canteiros centrais das avenidas. Um projeto foi enviado para a Câmara Municipal e já tramita nas comissões, antes de ser votado e aprovado. A intenção é transformar o espaço da antiga Feira Livre em um Food Park, estruturado para ser um point de convívio em ambiente familiar, no qual devem ser implantados treze quiosques. O prefeito Léo Matos recentemente esteve na Capital do Estado visitando um local semelhante ao projeto que esta sendo criado em Naviraí. “Uma novidade que certamente irá beneficiar os lancheiros e população que terão um point de encontro para momentos de lazer”, disse o prefeito. O projeto foi apresentado em duas reuniões, uma com os profissionais e a outra com os vereadores, após o fechamento de um processo de elaboração feito pelos técnicos da Prefeitura e do Sebrae. O local da antiga feira livre deve receber uma obra de revitalização, com a implantação dos pontos de comercialização, servida por redes de água e luz, banheiros e uma praça de alimentação (com estrutura coberta). Após a aprovação a administração do Food Park deve ser entregue para a associação dos lancheiros. “Serão eles que farão o sorteio dos contemplados e da localização dos pontos de cada um na praça de alimentação, mas a habilitação para entrar no sorteio terá que ter a aprovação da Prefeitura, pois a critérios a serem observados”, destaca a gerente de Desenvolvimento Econômico, Valdenice Oliveira. O “Food Park Sabores da Rua” deve ser estruturado em conformidade com as normas da Vigilância Sanitária, com o Código Nacional de Trânsito, a legislação ambiental e adequada ao Código de Postura. A gerente de Desenvolvimento Econômico, Valdenice Oliveira, disse que a criação do Food Park propicia a retirada dos lancheiros da situação de improviso e da exposição deles e dos clientes aos riscos de acidentes. Além de oferecer um espaço revitalizado para os microempreendedores, antes as atividades serem iniciadas no Food Park Sabores da Rua, os profissionais que hoje atuam nos trailers devem receber um plano de ação, passarão a ter uma consultoria (na parceria da Prefeitura com o Sebrae) e deve haver oficinas de capacitação (para manipulação. portaldoms