04/05/2016 08h37min - Política
7 anos atrás

Cidades menos desenvolvidas terão mais incentivos fiscais do governo do Estado

Programa vai oferecer 5% a mais em descontos tributários para as indústrias

PauloRibas ► Empresários e autoridades lançaram ontem mês da indústria

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


O Governo do Estado vai utilizar o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) dos municípios como critério para oferecer incentivos a novas indústrias. De acordo com o titular da Secretaria de de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), Jaime Verruck, as cidades com os piores indicadores serão o alvo principal do programa estadual de benefícios fiscais, que vai oferecer 5% a mais em descontos tributários para os empresários que decidirem se instalar nesses locais. “O balizamento sempre vai ser sempre pelo Índice de Desenvolvimento Municipal”, frisa o secretário. Ele explica que o objetivo é descentralizar o setor industrial da região de Campo Grande, Três Lagoas e Dourados. “A rigor são essas cidades que hoje oferecem uma estrutura maior, atraindo mais os empresários”, diz. CorreiodoEstado