03/09/2016 09h45min - Polícia
6 anos atrás

Com pano e bilhete na boca, homem é morto morto aqui em Naviraí

bilhete na boca

Jr. lopes ► Bombeiros forma acionados mas o homem já estava morto

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: A Gazeta News


Vítima pode ter sido morta asfixiada, pois estava com pano na boca e um bilhete também na boca. Polícia esteve no local e encontrou o homem já sem vida com os pés e mãos amarrados. Um homem, que ainda não foi identificado, foi morto neste sábado, 03 de setembro, na Rua Ayrton Senna, no Jardim Paraíso em Naviraí. Moradores acionaram a Policia Militar por volta das 07 horas deste sábado, quando acordaram e encontraram o homem morto na rua. Além da Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros também foi acionado e esteve no local, porém como o homem já estava sem vida a perícia da Polícia Civil foi acionada. De acordo com informações obtidas pela Folha de Naviraí no local do crime, o homem que está com os pés e as mãos amarradas, pode ter sido morto por asfixia. Há um pano em sua boca e embaixo do pano um bilhete. " Como ele já está morto e não temos o que fazer, só com a chegada da perícia para saber o que está escrito no bilhete. Pelo jeito ele foi morto asfixiado, porém só a perícia para confirmar" disse um dos Bombeiros à Folha de Naviraí. Moradores indagados pela reportagem da Folha disseram que não conhecem a vítima e que não ouviram barulho algum durante a madrugada. A Polícia Civil investigará o caso. TENSÃO A cidade vive um clima de tensão. No dia 04 de agosto houve uma rebelião na Penitenciária de Naviraí, quando dois detentos foram mortos e a unidade prisional praticamente destruída. Na última quarta-feira, 31 de agosto, um agente penitenciário foi alvejado por quatro tiros em frente a uma creche localizada na Avenida Ponta Porã, área central da cidade. Dois suspeitos de participação no atentado foram presos e um terceiro já identificado, continua foragido. O agente segue internado no Hospital da Vida em Dourados. Uma força tarefa foi montada para elucidar o caso e prender todos os envolvidos no crime. Ainda não é possível afirmar que o crime deste sábado no Jardim Paraíso, tenha ligação com a rebelião do dia 04 de agosto ou com o atentado praticado contra o agente penitenciário nesta semana. folhadenavirai