23/11/2015 14h07min - Geral
7 anos atrás

Com renegociação de dívida, governo quer pavimentar mil km de rodovias

o governo do Estado pretende renegociar a dívida com a União, diminuindo a taxa de juros e aumentando o fluxo de caixa

Marcos Ermínio ► Reinaldo Azambuja elaborou um plano para reduzir juros da dívida e aumentar investimento em logística.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Com empréstimo de R$ 2,9 bilhões junto ao Banco Mundial, o governo do Estado pretende renegociar a dívida com a União, diminuindo a taxa de juros e aumentando o fluxo de caixa. Junto a isso, planeja um plano de logística para pavimentar mais de 1 mil km de rodovias estaduais. O objetivo é contrair o empréstimo e quitar parte da dívida com a União que soma mais de R$ 7 bilhões. De acordo com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a proposta de refinanciar a dívida está sob análise do Ministério do Planejamento. "Se for concretizada vai aliviar muito o caixa mensal do desembolso que temos que dar para a dívida. Passaremos de 21% de juros ao ano para 4,5%", disse o governador nesta manhã, durante evento público. Ainda segundo o governador, o plano de diminuir os juros e aumentar o fluxo de caixa está atrelado a um plano de logística em quatros anos. "Queremos pavimentar mais de mil km de rodovias, além de recapeamento e investimentos nos portos e aeroportos do Estado", disse. Ações - No dia 9 de novembro, Reinaldo falou sobre o plano de quitar 50% da dívida e renegociar o restante, com a ajuda de um empréstimo junto ao Banco Mundial. Para isso, apresentaria uma carta consulta ao órgão internacional. No dia seguinte, ele se reuniu com o secretário de Tesouro Nacional, Marcelo Barbosa Santive, em Brasília. Acompanhado do senador Delcídio do Amaral (PT), presidente da CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) no Senado, eles explicaram a proposta ao representante da União e agora aguardam respostas. CampoGrandeNews