03/11/2016 14h57min - Educação
6 anos atrás

Data do Enem adiado vai coincidir com vestibulares pelo país

Há casos de universidades que avaliam mudar datas de exames. Adiamento afeta 191 mil participantes do Enem; prova será em 3 e 4 de dezembro.

Divulgação ► 191 mil participantes serão prejudicados com o adiamento

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


O adiamento da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para cerca de 191 mil participantes vai coincidir, em diversos estados, com a data de vestibulares e processos seletivos que já estavam agendados para 3 e 4 de dezembro. Levantamento do G1 aponta que haverá conflito de datas em ao menos nove estados e no Distrito Federal. Questionado na Justiça, o adiamento é consequência da ocupações de escolas em protestos contra reforma do ensino médio e a PEC do teto dos gastos públicos. O Mistério da Educação (MEC) vai divulgar na sexta-feira (4) uma lista atualizada das escolas ocupadas onde o Enem será adiado. Nenhuma escola que já foi apontada na lista será excluída, mesmo que já tenha sido desocupada, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). G1.Com