01/02/2016 15h55min - Geral
7 anos atrás

De olho em prefeituras, dez deputados podem voltar às urnas neste ano

volta às urnas

arquivo ► quase a metade dos deputados devem concorrer a eleição para prefeito este ano

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul também retoma os trabalhos nesta terça-feira (2). Os deputados não brigam pela reeleição, mas participarão ativamente da eleição, seja trabalhando para aliados ou na briga direta pelas prefeituras. Dos 24 deputados, dez são citados como pré-candidatos e oito têm condições de concorrer efetivamente. Isso porque o trio de petistas, composto por Amarildo Cruz, Cabo Almi e Pedro Kemp disputam a mesma vaga, a prefeito de Campo Grande, e só um será escolhido. Os outros sete estão liberados e só não serão candidatos se desistirem ou forem cortados por seus partidos. A maioria pode se enfrentar na urna na briga pela Prefeitura de Campo Grande. Além dos petistas, figuram como pré-candidatos: Beto Pereira (PSDB), Felipe Orro (PDT), Mara Caseiro (PMB), Marcio Fernandes (PTdoB) e Marquinhos Trad (PMDB). Dos citados, Beto e Marcio têm situação mais difícil, visto que disputam com outros colegas de partido. Orro tem como concorrente o deputado federal Dagoberto Nogueira e Beto os secretários de Azambuja: Carlos Alberto de Assis, Eduardo Riedel e Rose Modesto. Dois deputados também estão de olho nas prefeituras do interior. Ângelo Guerreiro (PSDB) é favorito na corrida pela Prefeitura de Três Lagoas e Barbosinha (PSB) tem interesse em disputar o comando da Prefeitura de Dourados. Retorno A Assembleia realiza nesta terça a Sessão Solene de abertura, que terá início às 8h45, com a recepção das autoridades e encaminhamento para o Pavilhão das Bandeiras, na entrada principal do Palácio Guaicurus, no Parque dos Poderes. Na chegada, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) passará em revista a tropa de militares e será recebido pelo presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB) e demais deputados. Em seguida eles fazem o hasteamento da Bandeira e seguem para o plenário, onde Azambuja faz a leitura da mensagem do Executivo e os deputados se pronunciam. midiamax