18/05/2017 14h39min - Geral
6 anos atrás

Deputados temem que delação da JBS pode prejudicar setor produtivo de MS

delação

Chileno ► Deputado destacou que delação pode afetar confiança no JBS

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Principal compradora da produção bovina sul-mato-grossense, a JBS ainda se pronunciou sobre a continuidade de suas operações no país. Para alguns deputados estaduais, pecuaristas do Estado podem enfrentar prejuízos com a delação de Joesley Batista, proprietário da multinacional. Para o deputado Zé Teixeira (DEM), 1º secretário da Casa, o setor produtivo deve ser afetado, isso porque pecuaristas podem perder a confiança na JBS na comercialização do gado. Na mesma linha do colega, Renato Câmara (PMDB) acredita que o envolvimento da maior produtora de proteína do mundo na Operação Lava Java vai interferir negativamente na cadeia produtiva sul-mato-grossense. Para os deputados Beto Pereira (PSDB) e Coronel David (PSC), caso o presidente Michel Temer (PMDB) deixe o cargo, o melhor nome para conduzir o país é a ministra Carmén Lucia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal). Já Amarildo Cruz (PT) frisou que a delação de Batista só foi possível por ter sido feita em Brasília. “Em Curitiba não seria ouvida, em Curitiba só aceita se falar do Lula”, disse o petista que defendeu eleições diretas em 2017. Zé Teixeira classificou de ‘ingenuidade’ o fato de Temer ter sido flagrado ‘a mando de alguém’, pelo presidente da JBS. “Um homem com experiência dele. Foi ingênuo. Perdeu a credibilidade de continuar como presidente da República”, finalizou o democrata. CGNews