20/08/2015 09h56min - Geral
8 anos atrás

Dólar alto favorece turismo e cidades de MS recebem mais estrangeiros

Dólar alto

CGNews ► Corumbá e Bonito são os loais mais procurados pelos turistas

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: A Gazeta News


Com o dólar na casa de R$ 3,50 viajar para o Brasil tem se tornado uma boa ideia. Estrangeiros enxergam no real desvalorizado, a oportunidade de conhecer destinos reconhecidos no mundo inteiro, mas considerados caros. Nesse cenário, Mato Grosso do Sul tem ganhado a preferência dos turistas, principalmente Bonito e Corumbá. Como reflexo disso, só em julho, a cidade na fronteira com a Bolívia recebeu 17 mil visitantes. Com investimentos feitos para movimentar o ecoturismo e o voo vindo direto de São Paulo, Corumbá deixou de ser destino apenas para quem quer pescar. Dados do Observatório de Turismo do Pantanal, mostram que 44,1% dos turistas foram à cidade em julho por causa do ecoturismo, e 55,9% para pesca. De acordo com o coordenador do Observatório, Ronan Xavier Machado, segundo relatos dos empresários do setor, o crescimento no fluxo turístico em julho, em comparação com junho, cresceu 40%. "O fluxo de ecoturistas cresceu bastante em relação ao ano passado, o que anima empresários do setor", explica. Segundo o secretário executivo do turismo de Corumbá, Luiz Ricardo Rocha, todo esse movimento culminou com a alta temporada, junto com o festival da cidade. "Observamos que no tempo de dólar alto, ficamos mais baratos para o público internacional e este movimento deve continuar até outubro", afirma. Conforme Rocha, o número de turistas cresceu 4,5% em 2014, em relação a 2013, e Corumbá recebeu durante o ano passado, 214 mil visitantes. "Nossa perspectiva é de crescer mais em 2015, ainda mais que houve inauguração de um novo hotel na estrada parque, o que aumenta a movimentação", explica. Para o empresário Henrique Pereira Coelho, dono de uma pousada em Bonito , distante 257 km de Campo Grande, há 22 anos, a visita de turistas estrangeiros também tem impactado positivamente o segmento turístico e hoteleiro. “Em meio a atual crise econômica, enxergamos nesse setor uma oportunidade, por conta da alta do dólar. Por um lado, o turista brasileiro viaja menos para outros países e escolhe alternativas dentro do próprio país. Já os estrangeiros veem no Brasil um bom momento para conhecer as potencialidades turísticas, tendo em vista a desvalorização do real”, ressalta. Turistas Estrangeiros Conforme dados do Observatório, em julho, Corumbá recebeu 73,1% de turistas estrangeiros, sendo 12,9% de turistas holandeses, 8,6% vindos da França, 6,4% de turistas da Bélgica, 5,4% ingleses, 4,3% da Alemanha, 3,2% de Israel. Em julho, 26,9% dos brasileiros visitaram a Cidade Branca, a maioria vindos do Sul e Sudeste.