11/06/2014 17h48min - Geral
9 anos atrás

Estado soma 7 mil unidades habitacionais construídas na Capital

unidades habitacionais

Divulgação ► andré destacou a importancia da casa para o trabalhador

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Campo Grande (MS) – O governo do Estado já entregou ao longo de sete anos em Campo Grande um total de 7.197 unidades habitacionais e está construindo pelo menos 5.641 casas e apartamentos em diversas regiões. Em parceria com o governo federal, a construção de novas moradias na Capital conta com investimentos de mais de R$ 317 milhões, sem contar os recursos voltados para a implantação de equipamentos urbanos como redes de água e esgoto, além da pavimentação asfáltica. Nesta quarta-feira (11), o governador André Puccinelli inaugurou a 1ª etapa do Residencial Nelson Trad, localizado no bairro Nova Campo Grande. São 808 unidades habitacionais entregues às famílias beneficiadas pelo programa do governo federal “Minha Casa Minha Vida”. Por meio da parceria entre o governo do Estado e a União, foram investidos R$ 89,7 milhões. “São 1.624 apartamentos, sendo 808 unidades entregues hoje. Está em fase de término a construção de um total de 816 que assim que estiverem concluídos serão diretamente entregues”, garantiu o governador. O residencial inaugurado nesta quarta-feira conta com apartamentos de 43,40 metros quadrados cada (distribuídos em dois quartos, sala, cozinha e banheiro), divididos em 10 condomínios, com guarita, centro comunitário e áreas de lazer. As beneficiadas são famílias com renda mensal de até R$ 1.600,00, cadastradas na Empresa Municipal de Habitação (Emha) ou na Agência Estadual Habitação (Agehab), sendo levadas em consideração as regras estabelecidas pelo Programa Minha Casa Minha Vida. Parceria Em seu discurso, o governador ressaltou a importância de estabelecer parcerias para a construção de novas moradias em Mato Grosso do Sul. “Temos que fazer parceria e tenho possibilitado a todos os prefeitos que a queiram, para que a Agehab prospecte recursos em Brasília, auxilie a fazer bons projetos para as prefeituras que porventura não tenham recursos humanos para fazê-los”, informou. A parceria se estende também à Caixa Econômica Federal), responsável pela liberação dos recursos. “E se houver a necessidade de contrapartida como na construção desse residencial, o governo estadual garante recursos para que se façam casas para os sul-mato-grossenses”, salientou André. O objetivo, de acordo com o governador, é manter parcerias com os municípios para garantir a construção de novas unidades habitacionais. “O mais importante é que o agente político deve se unir para fazer o bem para a sociedade. A construção de casas é a área em que se faz mais assistência social. Façam parceria, busquem também o governo do Estado os prefeitos que tiverem projetos competentes para que possamos fazê-los”, disse Puccinelli. Mais moradias Em Campo Grande já foram entregues 7.197 unidades habitacionais, sempre em parceria com a Caixa Econômica e com o governo Federal. Conforme o governador a maioria das 5.641 unidades que estão sendo construídas na Capital estará concluída ainda este ano. As unidades que estão em construção são: 272 unidades (Residencial Leonel Brizola); 1.498 unidades (Residencial Celina Jallad); 192 unidades (Residencial Zenóbio dos Santos); 260 unidades (Residencial Rui Pimentel I e II); 272 unidades (Residencial Jardim Canguru); 768 unidades (Residencial Reinaldo Buzaneli I e II); 320 unidades (Residencial José de Alencar I e II) e ainda unidades fora do perímetro urbano - 86 rurais sendo 36 quilombolas. “Todas as unidades começaram no ano de 2012 e foram `destravadas´ no mês de março deste ano”, salientou o governador ao informar sobre os diversos procedimentos necessários para o andamento das obras.