17/08/2018 08h27min - Geral
4 anos atrás

Festival de renúncia dos candidatos marca início de campanha eleitoral


Valdenir Rezende ► Pedro Chaves desistiu da reeleição para o Senado atacando aliança espúria do PDT

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


O festival de renúncias feitos por pré-candidatos marcou o início da campanha eleitoral 2018, o último nome a desistir de concorrer ao pleito de outubro foi da deputada Antonieta Amorim (MDB). Na sessão de ontem (16) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a parlamentar disse que vai priorizar a campanha para o eleição de seu colega de bancada Junior Mochi ao Governo de Mato Grosso do Sul. Na Assembleia Legislativa ,além de Antonieta, a Grazielle Machado (PSD) também desistiu de concorrer a reeleição. A deputada desistiu da candidatura afirmando que pretende deixar espaço para seu pai Londres Machado (PSD). Londres tem 44 anos de vida pública e apenas na eleição de 2014 não disputou ao cargo eleitoral. A parlamentar Mara Caseiro é a única mulher da Casa de Leis que vai buscar a reeleição. No Legislativo Municipal de Campo Grande, durante a pré-campanha 18 dos 29 vereadores colocaram seu nome a disposição para o pleito de outubro, mas cinco desistiram e não registraram sua candidatura, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sendo eles Carlão (PSB), Papy (SD), Otávio Trad (PTB), Cazuza (PP) e William Maksoud (PMN). Com a desistência de Otávio, sua tia Maria Thereza Trad Alves (PTB), a Tetê Trad, assumiu a vaga da família para deputada estadual. O clã vem com Fábio Trad (PSD) para deputado federal, Tetê no Legislativo Estadual e Nelsinho Trad (PTB), ex-prefeito de Campo Grande, buscando uma cadeira do Senado Federal. Correio do Estado