19/10/2017 14h28min - Naviraí
5 anos atrás

Funcionários da JBS também fazem protesto nas ruas aqui em Naviraí

JBS Naviraí

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Várias centenas de industriários do frigorífico da JBS de Naviraí fizeram uma concentração, um pequeno ato público, a partir de 9h, e saíram da praça Euclides Fabris, em passeata pelo setor comercial da avenida Weimar Torres e rua Alagoas, com a volta à praça pela avenida Amélia Fukuda, ficandona frente da Prefeitura. Os industriários pediram apoio dos populares e dos políticos da cidade para a luta em defesa do emprego e demonstraram o temor quanto a possibilidade de ficarem desempregados. Por onde passaram receberam acenos dos comerciários que foram para as portas das lojas e estabelecimentos comerciais, para ver a movimentação, temendo que o desemprego no JBS possa impactar o movimento comercial e, por tabela, o emprego de muitos deles. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Naviraí (Stia) - Algemiro Lopes, ao lado do presidente do Sindicato dos Empregados nas Indústrias do Açúcar e do Álcool - Altair Custódio, e com o apoio formalizado pelos vereadores Luis Alberto ávila da Silva Júnior (Júnior do PT) e Rosângela Farias Sofa (PSDB), declarou que os trabalhadores estão preocupados, e pedem que a classe política e os componentes do poder judiciário "olhem e examinem com carinho esta questão". se referindo ao bloqueio judicial de R$ 730 milhões do JBS, a partir das investigações da operação Lava Jato. O manifesto é sobre a manutenção dos empregos dos trabalhadores da JBS que se encontram ameaçados pelo bloqueio de bens feito pela justiça do Mato Grosso do Sul, a pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Em Naviraí e em outras seis unidades industriais do Estado, o frigorífico JBS já suspendeu o abate de bovinos, por tempo indeterminado, a partir desta quinta-feira. Na JBS de Naviraí há mais de mil industriários preocupados com a estabilidade em seus postos de trabalho, além de seis mil empregos indiretos, que também ficam ameaçados. No Estado são mais de quinze mil industriários da JBS e mais de 60 mil vagas de empregos gerados de forma indireta. Em frente a Prefeitura o grupo pediu a presença do Prefeito Izauri de Macedo que foi até o carro de som afirmando que está a disposição e já fez contado com os deputados para encontrarem uma solução para o problema que atinge diretamente o comércio e as famílias do município. "A preocupação de vocês é a minha também, pois o desemprego afetará a nossa cidade se isso for mantido". colocou Izauri. SulNews/ complemento Balta JCSul TV