13/04/2016 08h28min - Política
7 anos atrás

Governador diz que situação da política nacional tem prejudicado Estado

Reinaldo Azambuja espera que momento passe o quando antes

Divulgação ► Governador diz que situação da política nacional tem prejudicado Estado

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Midiamax News


“Estamos passando por um momento muito delicado, de incertezas, que está impondo aos governos uma série de responsabilidade”, disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), sobre a situação atual que o país vive. Em especial esta semana, a grande questão é a expectativa de votação do pedido de impeachment da Presidente Dilma Roussef (PT) neste domingo. PP, de Paulo Maluf, decide apoiar o impeachment O chefe do executivo estadual, enfatizou que há diversos recursos que o estado já deveria ter recebido do governo federal que ajudaria e muito. “Estamos passando por um momento delicado, de incertezas, e a incerteza está impondo aos governos, uma série de responsabilidades. É muito difícil você fazer planejamento com a economia do jeito que está. Temos inúmeros recursos contingenciados com o governo federal que já deveriam ter sido transferidos ao Estado de Mato Grosso do Sul e a gente está buscando esses recursos, por que estão fazendo muita falta”. Azambuja diz esperar que este cenário melhore o mais rápido possível. “Espero que a gente possa virar essa página, viver um momento de instabilidade, paz e tranquilidade para poder avançar pauta positiva. O governo precisa avançar uma pauta positiva de desenvolvimento. Graças a Deus Mato Grosso do Sul está desenvolvendo, mas poderia estar melhor”. Na última segunda, a Comissão Especial do Impeachment aprovou o relatório de abertura do processo e após leitura em plenário, nesta terça, publicado em Diário Oficial da Câmara dos Deputados e passado 48h, o texto será discutido a partir de sexta e votado no próximo domingo, por todos os parlamentares federais. Midiamax