10/01/2017 08h24min - Educação
6 anos atrás

Governo anuncia Ensino Médio em tempo integral para Naviraí

A implantação de 12 escolas estaduais

Divulgação ► Maria Cecília, ao apresentar a nova proposta pedagógica em coletiva à imprensa.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


A implantação de 12 escolas estaduais de ensino médio em tempo integral em Mato Grosso do Sul, a partir deste ano letivo, inaugura uma nova metodologia educacional onde o aluno é o protagonista e com foco na aprendizagem e no combate à evasão e repetência, cujos índices na Rede Estadual de Ensino chegam a 26%. Oito escolas funcionarão em Campo Grande, e as demais, em Dourados, Corumbá, Maracaju e Naviraí. Aqui no Município a Escola escolhida é a Presidente Médici, segundo a secretária estadual de Educação, Maria Cecília Amendola da Mota. “É uma educação integral em tempo integral, diferente do mais do mesmo”, definiu a secretária, ao apresentar a nova proposta pedagógica em coletiva à imprensa, na manhã desta sexta-feira, no auditório da Governadoria. “Buscamos, com esta meta ousada, que o estudante aprenda bem, não se evada e avance, seja para uma universidade ou mercado de trabalho”, acrescentou. O método diferenciado adotado pelo Governo Estado, denominado Escola da Autoria, tem com referência as experiências positivas alcançadas em outros estados, como Pernambuco, e propiciará não apenas a ampliação do tempo de permanência do jovem na escola, mas, também, um ensino de qualidade, em acordo como o que já está previsto na reforma do ensino médio proposto pelo Ministério da Educação. MATRÍCULAS ABERTAS As 12 escolas funcionarão exclusivamente para o ensino médio integral e foram adequadas pelo governo estadual para atender o horário diferenciado. A secretaria de Educação explicou que o Ministério da Educação garantiu um aporte financeiro correspondente a R$ 2 mil por aluno, além dos recursos já previstos no Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). A pré-matrícula para as 4.447 vagas disponibilizadas teve o prazo ampliado para a próxima sexta-feira (13) e algumas escolas, dentre as quais a Rita Angelina Barbosa Silveira, recém-construída em Dourados, ainda não preencheram a sua cota. A secretaria reforçou a propagação da nova proposta, visando obter êxito em relação ao quantitativo de matrículas ofertadas nesta fase do programa. Em Campo Grande, as escolas de tempo integral são: Amélia de Carvalho Baís, na Coophatrabalho; Emydio Campos Vidal (Jardim Vilas Boas); José Barbosa Rodrigues (Universitário); Lucia Martins Coelho (Centro); Manoel Bonifácio (Jardim Tarumã); Severino Queiroz (Vila Rosa); Maria C. Barros Machado (Amambaí) e Waldemir Barros (Vila Moreninha I). Em Corumbá, Escola Julia Gonçalves Passarinho; em Dourados, Escola Rita Angelina Barbosa Silveira; em Maracaju, Escola Padre Constantino de Monte; e em Naviraí, Escola Presidente Médici MSNotícias