05/08/2016 13h52min - Polícia
6 anos atrás

Identificados os mortos na rebelião na Penav

Fernando Florentino da Silva e Luiz Fernando Bezerra tinham vários antecedentes criminais; Agepen não sabe ainda porque eles foram mortos; detentos estão sendo levados para as celas

Umbertozum ► Fernando Florentino da Silva

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Foram identificados os dois presos mortos durante a rebelião que durou 16 horas e terminou na manhã de hoje na penitenciária de segurança máxima de Naviraí, cidade a 366 km de Campo Grande. Luiz Fabiano Bezerra, 36, o “Zorba”, e Fernando Florentino da Silva, também de 36 anos, foram executados por companheiros de cela, por motivos ainda desconhecidos pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). Os dois tinham vários antecedentes criminais. Buscas em sites de notícias e no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul mostram que desde 2008 ele tinha sido recapturado várias vezes pela polícia e reencaminhado ao presídio da cidade. Em dezembro do ano passado, Luiz Bezerra ganhou o benefício do regime semiaberto, mas no dia seguinte ele se ausentou da cidade, supostamente para trabalhar em Iguatemi, e passou a ser considerado foragido. Foi recapturado em janeiro e mandado de volta para a penitenciária. Luiz Bezerra estava entre os dez presos feridos que foram levados ontem para a Santa Casa de Naviraí logo após o início da rebelião, mas morreu antes de ser atendido. CampoGrandeNews