22/08/2019 17h11min - Geral
3 anos atrás

Judiciário e MP protestam contra aprovação da lei abuso de autoridade

lei abuso de autoridade

jota Oliveira ► Cartazes pedindo a não aprovação da lei foram exibidos no manifesto

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Integrantes do Judiciário de MS, do Ministério Público Estadual, representantes da Polícia Civil, da Militar, do Ministério Público Federal, do Judiciário Federal do Trabalho, Justiça Federal e de outros órgãos fizeram na tarde da terça-feira um ato contra a aprovação da lei sobre o abuso de autoridade aprovada a toque de caixa pelos deputados federais. O texto já está nas mãos do presidente da República, Jair Bolsonaro, que pode sancioná-lo ou vetá-lo em parte ou totalmente. O ato em Naviraí faz parte de uma série de manifestações convocadas por entidades que representam o Ministério Público e o Judiciário no estado e no país, contra o texto. Entidades como a Associação Sul-Mato-Grossense dos Membros do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (Asmmp), Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul (Amamsul) e Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), reivindicam um amplo debate e discussão sobre a proposta, antes que ela se torne lei. Todos que fizeram uso da palavra afirmaram que a Lei é um retrocesso ao País e amarra as mãos da justiça, assim com de todos policia no serviço de manter a ordem pública. Durante o manifesto, servidores exibiram vários cartazes com frases pedindo a não aprovação da PL 7596/17. Coube ao Juiz de Direito, doutor Eduardo Trevisan a coordenação do evento por ser diretor do Fórum da Comarca de Naviraí. Jota Oliveira /Naviraí Notícias