28/05/2018 11h18min - Geral
4 anos atrás

Maia pede que Estados avaliem reduzir ICMS do combustível

reduzir ICMS

ABR ► Maia quer o apoio do Governadores para baixar os preço dos combustíveis

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Midiamax News


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deliberou uma comissão geral na Casa para discutir o aumento de preço nos combustíveis desde 2013. Diversas entidades foram convidadas para debater o valor crescente da gasolina, óleo diesel e etanol. Maia sugeriu que os Estados avaliem redução do ICMS sobre os combustíveis, e afirmou que, “ “no curto prazo, o governo federal deve avaliar a possibilidade de zerar a Cide e diminuir o PIS/Cofins”. “São ideias de políticas compensatórias para enfrentar o momento atual. E estão distantes do congelamento de preços que vimos no passado. Não está correto incorporar variação cambial aos preços e ter uma política de aumento diária. A Petrobras pode, com liberdade do preço, fazer uma política de mais previsibilidade para a sociedade, com aumentos em períodos mais longos”, destacou o parlamentar. A Câmara divulgou um balanço que mostra que a gasolina em janeiro de 2013 tinha um preço médio de R$ 2,76 e fechou em abril de 2018 custando R$ 4,21. Já o óleo diesel saltou, no mesmo período, de R$2,23 para R$ 3,51. MS No sábado (26), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou que não iria reduzir o ICMS do diesel em Campo Grande, mas diminuiu a pauta fiscal do combustível de R$ 3,90 para R$ 3,65, declarando que esperava que os R$ 0,25 chegassem, como redução no valor cobrado do consumidor, nos postos do Estado. midiamax