24/08/2018 08h55min - Política
4 anos atrás

Ministério Público impugna 16 pedidos de registro de candidatura em MS


Campo Grande News ► Zeca do PT busca uma vaga no Senado, nas eleições deste ano.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Dezesseis candidatos de Mato Grosso do Sul podem não disputar a eleição deste ano, porque tiveram seus pedidos de registro de candidatura impugnados pelo Ministério Público Eleitoral. Seis deles tentam chegar à Câmara dos Deputados, seis pretendem disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado e outros quatro querem chegar ao Senado, como titular ou suplente. Entre eles, está o deputado federal Zeca do PT, que busca uma vaga no Senado, e João Batista dos Santos, o João Grandão, que busca reeleger-se como deputado estadual. As ações propostas pelo MP Eleitoral serão julgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), que poderá deferir ou não as candidaturas após intimar os candidatos para apresentar suas defesas. No total, o órgão recebeu 66 pedidos de impugnação, considerando os pedidos encaminhados por outras coligações e partidos. Irregularidades que podem ser sanadas pelo candidato com apresentação de documentos serão abordadas por parecer no próprio registro da candidatura. Se o candidato não providenciar correção necessária, terá seu registro indeferido pela Justiça Eleitoral. O prazo é até 17 de setembro. Entre os motivos que levaram às impugnações está a Lei da Ficha Limpa. As hipóteses de inelegibilidade previstas na Lei da Ficha Limpa relacionadas a condenações pela Justiça incidem quando o processo já terminou ou já houve decisão dos tribunais.