30/06/2021 14h51min - Geral
um ano atrás

Não vai ser com mentiras ou com CPI que vão nos tirar diz Bolsonaro em MS

Presidente esteve nesta manha fria me ponta Porã

 ► 

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Durante discurso rápido feito após inauguração do radar que integra sistema de monitoramento aérea da fronteira, em Ponta Porã, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aproveitou para mandar recados para a CPI da Covid do Senado.

Ele começou o pronunciamento pedindo uma oração do bispo JB Carvalho. Em seguida relembrou sua passagem por Mato Grosso do Sul, quando serviu no batalhão de Nioaque.

"Servi por três anos a nossa querida Nioaque, saudade do tereré, da guavira, churrasco com mandioca e do nosso Pantanal. Temos um governo que acredita em deus, que respeita seus militares e deve lealdade ao seu povo. É uma satisfação muito grande rodar por todo esse país e ver numa imensidão de cores verde e amarelo, o renascimento do patriotismo do nosso Brasil”, destacou.

Em seguida ele se referiu as senadores que falam em suposta prevaricação do seu governo, em razão de informações surgidas nos últimos dias sobre suspeitas de irregularidades nas negociações de vacina contra a covid-19.

"Não conseguem nos atingir. Não vai ser com mentiras ou com CPI integrada por sete bandidos que vão nos tirar daqui. Temos uma missão pela frente: conduzir o destino da nossa nação e zelar pelo bem estar e progresso do nosso povo.”, destacou Bolsonaro.

Sobre o radar, o presidente afirmou que o equipamento trará “paz para o centro do país”. O radar é o último dos três equipamentos a ficar pronto e integra o sistema de controle de tráfego aéreo na região que é a principal rota dos traficantes que entram com cocaína no Brasil.

Os radares estão preparados para operar 24 horas por dia, 365 dias por ano, podendo ser conectado aos Centros de Controle da FAB (Força Aérea Brasileira). Os três sistemas custaram R$ 127 milhões ao cofre do governo federal.

Bolsonaro ainda destacou a presença do integrante da sua comitiva. “Desde garoto via tremular em seu carro de F1 a bandeira do Brasil o nosso tricampeão mundial Nelson Piquet. É uma satisfação. Espero que esteja inaugurando obras comigo em Manaus nos dias 16 e 17, onde vamos fazer um passeio de moto”, acrescentou.

Por último ele fez agradecimentos e diz estar sereno. “Só tenho paz e tranquilidade, porque sei que além do povo, tenho força comprometida com a democracia e a liberdade. Vamos cumprir a missão, tendo os nossos amigos do Legislativo nos apoiando nas propostas apresentadas pelo Brasil”, concluiu.

Ele saiu sem falar com a imprensa e ignorou a pergunta se o deputado federal Ricardo Barros (PP) continua de líder do governo no Congresso Nacional. A comitiva está almoçando um churrasco com apoiadores no Sindicato Rural de Ponta Porã.

CAMPO GRANDE NEWS/ Foto H.Freitas