15/09/2017 09h26min - Polícia
5 anos atrás

Narcotráfico: PF de SP desmonta em MS quadrilha que operou mais de 5 anos

Narcotráfico

Reprodução Google ► Polícia Federal cumpre mandatos em Campo Grande, Naviraí e Ponta Porã.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Midiamax News


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (15) Operação Talpa contra o tráfico interestadual de drogas em Campo Grande, Naviraí e Ponta Porã. A operação é coordenada pela delegacia de São José do Rio Preto, com a participação de agentes federais do Estado no apoio operacional. 100 policiais cumprem 26 mandados de prisão e 26 de busca e apreensão em São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás. A investigação que teve início em 2015 descobriu que o grupo agia em Catanduvas/São Paulo e mais dois municípios do estado paulista, além de Goiás e cinco munícipios de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, Ponta Porã, Navirai, Amambai e Coronel Sapucaia. As drogas eram transportadas em automóveis de passeio e caminhões do Estado para a cidade de Catanduva, onde eram armazenadas e posteriormente redistribuídas a outros investigados. Estima-se que a organização criminosa atuava há mais de cinco anos. Durante as investigações mais de 10 toneladas de drogas foram apreendidas e 68 prisões foram feitas. Prisão No Bairro Maria Aparecida Pedrossian, um morador, que não teve o nome revelado, foi levado pelos agentes da Polícia Federal, além de ter o veículo, com placas de São Paulo apreendido e vários documentos localizados no inteiror da residência levados. Na casa mora um casal e três crianças. Vizinhos que não quiseram se identificar contaram ao Jornal Midiamax, que a família se mudou no início do ano para a residência, localizada na Rua Geraldo Monteiro Leite, e o casal teria um comércio de calçados na região. Alguns moradores foram levados para a Superintendência da Polícia Federal para prestarem depoimento sobre a rotina da família. Nome da operação Talpa é uma espécie de toupeira que também possui o hábito de viver enterrado em tocas, sendo uma alusão ao modus operandi utilizado pelos investigados para a ocultação da droga. MídiaMaxNews