07/09/2021 08h40min - Geral
9 meses atrás

No dia mais quente do ano, calor atinge 47ºC em MS .

Corumbá registrou máxima de 41,5ºC, com sensação beirando os 50ºC, segundo o meteorologia Natálio Abrahão.

TCHÊ PRODUÇÕES.  ► Sol alaranjado, uma "bola de fogo", se põe na Capital.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Mato Grosso do Sul enfrentou nesta segunda-feira (6) o dia mais quente de 2021, com calor beirando os 50ºC. A constatação é do meteorologista Natálio Abrahão, da Uniderp, que considera a situação como “emergência térmica”.

“O Estado teve hoje dia mais quente do ano, com umidade relativa do ar abaixo de 15% na média e valores absurdamente altos nas temperaturas nas regiões oeste, norte e leste”, explicou.

Em Corumbá, termômetros chegaram a marcar 41,5ºC, mas a sensação de calor era de 47ºC, conforme medição divulgado pelo meteorologista. No norte do Estado, Coxim enfrentou temperatura de 40,7ºC, com sensação de 46ºC.

Moradores de Água Clara, no leste de Mato Grosso do Sul, onde marcação nos termômetros também passou dos 40ºC, sofreram com calor de 44ºC.

Até Rio Brilhante, no sul do Estado, enfrentou 38,7ºC. Na pele, rio-brilhantenses, acostumados a viver numa das cidades mais frias de Mato Grosso do Sul, sentiram calor de 43ºC.

Ainda de acordo com o balanço divulgado por Abrahão, Porto Murtinho (sudoeste de MS) teve máxima 39,2ºC com sensação de 43ºC e em Três Lagoas (leste), os valores foram respectivamente 38,ºC e 42,7ºC.

Na Capital, a máxima chegou aos 36,7ºC, mas quem estava na rua, sem ventilador ou ar-condicionado, sentiu calor de 41ºC.

Alertas e previsão - O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alertas para a baixa umidade relativa do ar, em grau de “grande perigo”, para 17 cidades de Mato Grosso do Sul. De acordo com o instituto nestas localidades, mais ao norte e nordeste do Estado, a umidade relativa do ar pode ficar abaixo dos 12%. Há grande risco de incêndios florestais e para a saúde (doenças pulmonares e dores de cabeça, por exemplo).

Para outras 35 cidades, o alerta é para a umidade “variando entre 20% e 12%”. Para minimizar os efeitos do tempo seco, a recomendação é beber bastante líquido, exitar a exposição ao sol, usar hidratante na pele e umidificar o ambiente.

De acordo com Natálio Abrahão, a previsão para amanhã é de tempo “tempo parcialmente nublado, com aberturas de sol”. “Calor, névoa seca e umidade relativa do ar em declínio são características do dia na maior parte do Estado. Podem ocorrer pancadas isoladas de chuvas entre Dourados, Ivinhema, Naviraí e Mundo Novo. Em Corumbá, a máxima será de 42ºC”, completa.

CAMPO GRANDE NEWS