22/04/2015 21h59min - Geral
8 anos atrás

Onevan vai a Brasília com a CPI da Energisa

CPI da Energisa

arquivo ► Onevan foi participar de audiência em Brasilia

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: A Gazeta News


O vice-presidente da Assembléia Legislativa e da CPI da Enersul/Energisa, o deputado estadual Onevan de Matos (PSDB) está em Brasília (DF) nesta quarta-feira. Onevan viajou para participar da audiência entre os membros da comissão com Romeu Donizete Rufino, diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). ENTREGA DE OFÍCIO Os deputados estaduais que integram a CPI da Enersul/Energisa (Paulo Corrêa, Beto Pereira, Onevan de Matos, Pedro Kemp e Marquinhos Trad) farão a entrega de ofício ao diretor da Aneel, no qual fazem diversos requerimentos à agência de regulação. A CPI requisitou, dentre outros documentos, as cópias do relatório da auditoria promovida pela empresa "PricewaterhouseCoopers" (PWC) na Enersul/Energisa; do contrato de compra e venda da empresa energética ao "Grupo Rede"; e, também, do relatório final de intervenção promovido pela ANEEL, referente ao período de 08/2012 a 04/2014. BANCADA FEDERAL Os membros da CPI da Enersul/Energisa também deverão se reunir com os deputados federais e senadores que integram a Bancada Federal de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional – a reunião busca obter apoio político-institucional dos parlamentares no decorrer das investigações da comissão. Onevan de Matos detalhou os trabalhos que estão sendo desenvolvidos pela CPI: "Estamos na fase de levantamento de documentos junto a diversos órgãos, públicos e privados, com o objetivo de fazer um amplo raio-x sobre a empresa. Tão logo os documentos sejam entregues, analisaremos os seus conteúdos para apurar irregularidades que tenham ocorrido no âmbito da Enersul/Energisa". Além do ofício que será entregue à ANEEL, a CPI da Enersul/Energisa já expediu outros 14 ofícios a diversos órgãos, que serão utilizados para elucidar possíveis irregularidades na empresa energética que atende o Estado de Mato Grosso do Sul. A próxima reunião ordinária da CPI está agendada para quarta-feira (dia 28 de abril), no Plenarinho da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul.