10/08/2017 09h53min - Política
5 anos atrás

Pesquisa mostra disputa apertada para governador entre três nomes

Pesquisa mostra disputa apertada

Reprodução/Correio do Estado ► Reinaldo Azambuja, André Puccinelli e Odilon de Oliveira apareceram em pesquisa.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


A pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul (Ipems) em 48 municípios mostra disputa embolada pelo governo do Estado entre o ex-governador André Puccinelli (PMDB), o juiz federal Odilon de Oliveira e o atual governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), na preferência do eleitor. André levaria pequena vantagem sobre os dois virtuais concorrentes. Ele teria 25,64% das intenções de voto, seguido por Odilon, com 22,47%, e Azambuja, com 21,83%. Como a margem de erro é de 2,51 pontos porcentuais para mais ou para menos, os três estariam hoje tecnicamente empatados na preferência do eleitorado. A novidade é o desempenho do prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa (PR). Ele ganhou projeção nacional por pagar até 17º salário para os professores. E hoje desponta com 5,55% das intenções de voto, à frente do deputado estadual Coronel David (PSC), com 3,44%, do presidente da Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems), o médico Ricardo Ayache (PSB), com 2,40%, e do senador Pedro Chaves (PSC), com 1,06%. A pesquisa verificou ainda 17,61% dos eleitores indecisos, bem como com a intenção de anular, votar em branco ou em nenhum deles. A pesquisa foi realizada em 48 municípios representativos de MS, entre os dias 24 de julho e 3 de agosto de 2017, com 1.528 entrevistas e margem de erro de 2,51. CorreiodoEstado