25/04/2017 08h40min - Geral
6 anos atrás

PMA autua em R$ 2 mil pescador por pesca predatória e apreende 56 kg de pescado


PMA ► O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Em fiscalização fluvial no rio Paraná, no município de Naviraí, durante a operação Tiradentes, a (PMA), Policiais Militares Ambientais autuaram na tarde de sábado (22), um pescador por pesca ilegal. O pescador foi autuado, após uma fiscalização no início da noite de sexta-feira (21), aonde os Policiais encontraram um acampamento, onde havia 56 kg de pescado em uma caixa isotérmica, sendo que 20 kg estavam descaracterizados em filé, o que é proibido, antes da vistoria. Como não havia ninguém no acampamento, o pescado foi apreendido. Já no sábado, a equipe foi procurada por um homem, residente em Icaraíma (PR), afirmando ser pescador profissional e que o pescado lhe pertencia. Porém, o infrator apresentou apenas um protocolo de entrada para a possível licença de pescador profissional, que não é valido. A PMA o considerou então, como pescador amador e que teria praticado a pesca sem licença. Como a cota para o pescador amador é de 10 kg mais um exemplar e mais cinco exemplares de piranha, o infrator havia capturado pescado acima da cota permitida, o que é crime. O pescado permaneceu apreendido e o infrator, de 42 anos, foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.120,00. Ele também responderá por crime ambiental de pesca predatória e poderá ser apenado em um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas. PortaldoConeSul