22/05/2014 09h38min - Geral
9 anos atrás

Polícia e Enersul fazem ação contra fraude para furto de energia em MS

Irregularidades

G1 ► Técnicos da Enersul e policiais fiscalizam relógios

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


A Polícia Civil e a concessionária de energia elétrica de Mato Grosso do Sul deflagraram a operação "Alta Voltagem" na manhã desta quinta-feira (22), em 12 cidades do estado. O objetivo é desarticular uma quadrilha especializada em fraude para o furto de energia elétrica. Segundo a Polícia Civil, os suspeitos acessam o sistema dos medidores eletrônicos, que funcionam por meio de um software, e alteram a programação dos relógios, que passam a registrar um consumo menor de energia elétrica. Ainda segundo a Polícia Civil, a atuação da quadrilha é inédita. Até o momento, o crime "cibernético" foi identificado apenas em unidades consumidoras de Mato Grosso do Sul. A polícia investiga ainda se a quadrilha é especializada em crimes cibernéticos ou se a codificação do sistema, que possibilita a fraude, saiu da própria fabricante da tecnologia. Serão cumpridos 62 mandados de busca e apreensão nas cidades de Aquidauana, Bela Vista, Bonito, Corumbá, Campo Grande, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Itaporã, Jardim, Maracaju, Naviraí e Ponta Porã. Na capital sul-mato-grossense, a polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão em um condomínio de casas na Vila Bandeirantes. No mesmo local, técnicos da concessionária de energia elétrica identificaram outro medidor de energia elétrica fraudado. Os dois equipamentos foram apreendidos e substituído por outros relógios. Segundo a Polícia Civil, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão no bairro Mata do Jacinto. Um homem foi preso como suspeito de ser integrante da quadrilha.