11/04/2020 09h31min - Geral
2 anos atrás

Prefeito e Gerentes orientam a população como receber auxilio emergencial

auxilio emergencial

arquivo ► Prefeito falou a população como receber o Auxilio Emegencial

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Ao centro o prefeito Dr. Izauri, ladeado pelas gerentes Marizélia (Assistência Social) e Caroline (Educação). (Foto: José Luiz Bressa)

Com a finalidade de explicar o auxilio emergencial criado pelo Governo Federal nessa crise provocada pelo Coronavírus não só no Brasil, mas como em todo o mundo, o prefeito Dr. Izauri Macedo, acompanhado das gerentes Marizélia Mazzini Medeiros (Assistência Social) e Caroline Touro (Educação e Cultura), esteve às 14 horas desta quarta-feira (08), na Rádio Karandá FM, onde, em cadeia com a Cultura FM, por mais de uma hora, falaram a respeito dos últimos acontecimentos envolvendo essa grave doença chamada de Covid 19.

O auxílio emergencial foi criado pelo Governo Federal e os recursos vão direto para as contas bancárias dos beneficiados, sem passar pelo Governo do Estado ou pelas prefeituras.

O valor é de R$ 600,00 e, no máximo, duas pessoas podem receber em uma mesma residência ou, se a mãe for chefe de família sozinha, poderá receber a quantia de R$ 1.200,00.

Segundo o prefeito Dr. Izauri Macedo a criação desse auxílio foi de suma importância, porque depois das tomadas de medidas para coibir a chegada do Coronavírus em Naviraí, o comércio e os prestadores de serviços viram, de repente, cair o seu movimento diário e com isso estão em dificuldades financeiras.

O prefeito disse estar preocupado, porque a vida das pessoas modificou na maioria dos lares, a renda diminuiu de repente e os gastos aumentaram, já que as crianças tiveram suas aulas suspensas. “Isso tudo vem provocando um grande desequilíbrio em todas as famílias naviraienses e isso nos deixa preocupado” ressaltou Dr. Izauri.

 

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Bem afinada com tudo isso, a gerente de Assistência Social do município explicou durante a entrevista nas emissoras de rádio, de forma que todos puderam compreender, tudo o que é possível fazer ou não quanto a esse programa do Governo Federal que dará um aporte necessário para milhões de famílias brasileiras.

Marizélia disse que “quem tem vínculo empregatício com carteira assinada, é aposentado ou recebe o BPC, auxílio doença, não terão direito a receber essa ajuda de R$ 600,00 desse programa. Essa situação atual gerou uma instabilidade econômica muito grande em nosso País. Hoje podemos notar que em todos os lares brasileiros ocorreu uma diminuição muito grande em todos os sentidos, principalmente, no que tange ao financeiro”, salientou ela.

 

MAIORES DETALHES

É um auxílio em dinheiro, no valor de R$ 600,00 mensais, por três meses, que será fornecido aos brasileiros que necessitem dele e que preencham os seguintes requisitos: ser maior de 18 anos; não ter emprego formal (emprego com carteira assinada); não ser funcionário ou empregado público; não estar recebendo um benefício previdenciário (auxílio doença, aposentadoria por invalidez etc); não estar recebendo o BPC/LOAS; não estar recebendo o seguro desemprego; ter uma renda familiar per capita de no máximo ½ salário mínimo (R$ 522,50 por pessoa) OU ter uma renda familiar de no máximo 3 salários mínimos (R$ 3.135,00); não ter recebido mais que R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2018 (ter sido isento do pagamento de IR no ano calendário de 2018).

Então, os destinatários do auxílio emergencial serão, portanto, as pessoas que preencherem todos os requisitos que a gente mencionou e que sejam: desempregados; microempreendedor individual (MEI); contribuintes individuais (que contribuam com 5% ou 11%); informais, autônomos.

Cada família pode receber até duas cotas de auxílio emergencial, ou seja, havendo dois componentes da mesma família que preencham todos os requisitos para receber o auxílio emergencial, poderão receber duas cotas, por três meses, o que soma R$ 1.200,00 por mês.

Fora isso, para os casos em que a mulher seja a única responsável pela família, não tenha um companheiro ou esposo, caberá a ela duas cotas, somando R$ 1.200,00 por mês, por três meses.

É importante saber que o Bolsa Família não entra no cálculo da renda mensal familiar. Se o Auxílio Emergencial for mais vantajoso, automaticamente o benefício será trocado, por tempo determinado.

Aqueles que desejarem efetuar a solicitação do auxilio devem baixar um aplicativo da caixa econômica (Caixa auxilio emergencial).

 Ascom Prefeitura de Naviraí