01/03/2016 08h56min - Geral
7 anos atrás

Receita recebe declaração do imposto de renda a partir de hoje

A data limite é dia 29 de abril

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Começa hoje (1º) o prazo para declaração do IRPF (Imposto de Renda Pessoas Física) 2016, por meio do programa gerador, liberado na quinta-feira (25), no site www.idg.receita.fazenda.gov.br. A data limite é dia 29 de abril. A Receita Federal prevê 381 mil declarações, em Mato Grosso do Sul. Está disponível também o aplicativo do imposto de renda para tablets e smartphones, na versão Android para a GooglePlay, loja virtual da empresa. A versão iOS foi enviada para Apple e no domingo, ainda aguardava autorização da empresa. Clique aqui para fazer download dos aplicativos da Receita. Quem não declarar pode receber multa de 1% do imposto devido por mês de atraso ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. A multa máxima equivale a 20%. Entre os que devem declarar, estão os contribuintes, pessoas físicas, que receberam em 2015 acima de R$ 28.123,91 em rendimentos tributáveis. Também deve declarar o IRPF quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados, exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil em 2015; quem obteve, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na venda de bens ou fez operações no mercado de ações; quem tem patrimônio individual acima de R$ 300 mil; e proprietários rurais que obtiveram receita bruta acima de R$ 140.619,55. Quem enviar as informações no início do prazo deve receber a restituição nos primeiros lotes, caso tenha direito. Eles serão liberados a partir de 15 de junho. Contribuintes com mais de 60 anos e quem têm alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave têm prioridade. Novidades - O programa traz mudanças este ano, entre elas a obrigatoriedade de informar o CPF (Cadastro de Pessoa Física) dos dependentes e alimentandos com 14 anos ou mais. Antes a idade era a partir dos 16 anos. Profissionais das áreas de saúde, odontologia e advocacia que recebem rendimentos de pessoas físicas terão que informar à Receita o CPF dos clientes para os quais prestaram serviços especificamente. Até o ano passado, o valor era informado de forma global. Outra diferença é que em 2015 era preciso verificar as pendências, fazer a gravação e transmiti-la. O novo programa tem um botão "entrega da declaração", que executa as três funções ao mesmo tempo. Site para fazer download do programa. www.receita.fazenda.gov.br CampoGrandeNews