09/07/2015 11h03min - Geral
8 anos atrás

Reinaldo defende redução no preço da tarifa de ônibus

redução no preço da tarifa

divulgação ► Com a queda do ICMS Reinaldo espera que a população seja benefciada

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), é favorável à redução no preço do vale- transporte em Campo Grande, após diminuição no valor do diesel garantido por lei oriunda do Executivo. Para ele, cabe ao prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP)com as empresas responsáveis pelo serviço conversarem e chegarem a um acordo que beneficie o usuário do transporte coletivo. Logo depois da efetivação da medida, o Jornal Midiamax foi às ruas e a resposta da população foi categórica: se há barateamento do combustível, logo, deve refletir na passagem. Depois de contar que já averiguou queda de até R$ 40 centavos no preço do óleo diesel em cidades como Três Lagoas, Paranaíba e Mundo Novo, o tucano avalia que o próximo beneficiado deve ser quem depende de ônibus para se locomover. “Agora também precisa chegar principalmente ao consumidor que utiliza o transporte público. Cabe às empresas e ao Poder Público Municipal sentar e conversar”, disse. O chefe do Executivo reforçou teoria defendida por vereadores da Capital de que o combustível corresponde a boa parte do valor do passe. “Porque nós sabemos que é o diesel o grande insumo hoje dessas planilhas de custo. Então acho que está na hora de realmente sentar e conversar. Porque o diesel, ele impacta em todos os setores como agropecuário, comercial e no transporte coletivo. Há de se começar essa discussão em relação à tarifa do transporte”, afirmou. O governador disse que o combustível está mais barato em Mato Grosso do Sul do que em algumas cidades de São Paulo nas quais os motoristas sul-mato-grossenses abasteciam até o mês passado. E destacou a competitividade aflorada por conta da redução de 17% para 12% na alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa e colocado em vigor desde o último dia 1º. No fim de semana os vereadores Chiquinho Telles (PSD) e Eduardo Romero (PTdoB) iniciaram discussão para redução na tarifa do ônibus, hoje de R$ 3 reais. Os legisladores engrossaram campanha esta semana e disseminam a ideia por meio das redes sociais e WhatsApp pedindo apoio da população. Até o momento não houve posicionamento por parte do prefeito ou das empresas. Segundo o legislativo, o contrato de concessão do serviço contém uma cláusula de reequilíbrio financeiro que permite redução da tarifa em alguns casos.