16/01/2018 08h45min - Educação
5 anos atrás

Rose diz que início das aulas na Rede Estadual continua para o dia 15 de fevereiro

Volta ás aulas

Gerson de Oliveira/Correio do Estado ► Professores retornam dia 6 e aulas começam em 15 de fevereiro.

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Com 16 municípios de Mato Grosso do Sul em situação de emergência, por conta das chuvas dos últimos meses, o Governo do Estado tenta manter o início do ano letivo da Rede Estadual de Ensino para o dia 6 de fevereiro. A princípio, conforme a governadora em exercício, Rose Modesto (PSDB), o calendário está mantido. Conforme o calendário já divulgado pela Secretaria de Estado de Educação (SED), o ano letivo tem início dia 6 do próximo mês para os professores se apresentam em suas respectivas escolas e se prepararem para o período das aulas, que começa de fato no dia 15 de fevereiro, após o Carnaval. De acordo com Rose, as cidades afetadas estão recebendo aporte financeiro e todo apoio estrutural para que não haja prejuízo aos estudantes. “O Governo do Estado está arcando com o óleo diesel, repasse emergencial em dinheiro e mais maquinário, tudo isso para evitar qualquer tipo de prejuízo principalmente para o início do ano letivo e escoamento da nossa safra, que inicia em fevereiro”, declarou. Caso nos próximos dias a situação piore e haja necessidade de alterar a data do início das aulas, o debate deve ser realizado pelo governo com as entidades do setor, como sindicatos e associações. “Por enquanto segue do jeito que a Secretaria de Educação programou. Se algum município necessitar alterar a data, será uma decisão que tomaremos junto com a Associação dos Municípios, diretores das escolas e sindicatos”, garantiu Rose. Cada município que teve o estado de emergência homologado recebeu R$ 250 mil em caráter de urgência e mais R$ 80 mil em óleo diesel, sem contar com as máquinas que estão auxiliando na restauração do que foi danificado pela chuva e os vendavais. Até o momento, os municípios em situação de emergência são: Coronel Sapucaia, Deodápolis, Batayporã, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Japorã, Eldorado, Miranda, Rio Verde, Bataguassu, Porto Murtinho, Sete Quedas, Tacuru, Iguatemi, Mundo Novo e Amambai. Dessas cidades, sete tiveram a situação reconhecida pelo Governo do Estado, por meio de decreto. São elas: Iguatemi, Tacuru, Sete Quedas, Coronel Sapucaia, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí e Eldorado. CorreiodoEstado