19/07/2019 09h27min - Geral
3 anos atrás

Sem manutenção, prefeitura para 15 ônibus e deixa 800 alunos a pé


APARECIDO FROTA  ► Frota do transporte escolar de Dourados

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Pelo menos 800 alunos de escolas estaduais e municipais que moram na zona rural estão sem transporte para chegar ao perímetro urbano de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. O problema começou terça-feira (16), primeiro dia de aula após as férias do meio do ano, e continua até hoje. A reportagem apurou que o motivo é a falta de manutenção dos 15 ônibus da frota própria da prefeitura. São dez ônibus grandes, com capacidade cada um para transportar 45 passageiros, e outros cinco, cada um para carregar 30 pessoas. Além de alunos da Rede Municipal de Ensino, por acordo a prefeitura transporta também os estudantes de escolas estaduais. Os alunos afetados pela falta de transporte moram nos distritos do município de Dourados, alguns localizados a 60 km do centro da cidade, e em propriedades rurais nos arredores do perímetro urbano. Sem outro meio para chegar às escolas, a maioria está perdendo aula. Pais ouvidos pela reportagem estão preocupados com o impacto no aprendizado das crianças. O Campo Grande News apurou que o serviço não foi feito porque a prefeitura está sem licitação e não pagou as oficinas mecânicas que faziam o conserto. O município está em colapso financeiro desde o ano passado. Sem a manutenção, a prefeitura não consegue o laudo do Inmetro (Instituto de Metrologia), já que os ônibus não são aprovados na vistoria mensal obrigatória. De acordo com pessoas que trabalham no setor, a vistoria do Inmetro é necessária para a liberação de dinheiro estadual e federal, destinado a bancar parte dos gastos com o transporte dos alunos. “A situação é de extrema importância, que merece muita atenção, pois se o município não possui frota regularizada, automaticamente está inapto para receber recursos públicos federais. Vamos cobrar informações sobre esta questão e espero que o poder público municipal nos apresente uma solução”, afirmou o vereador oposicionista Madson Valente (DEM). O Campo Grande News procurou o diretor do Núcleo de Transporte Escolar da Secretaria Municipal de Educaçao, Edinaldo Teixeira, mas ele disse que somente a assessoria de imprensa da prefeitura iria se manifestar.