21/07/2015 10h03min - Geral
8 anos atrás

Servidores do INSS cruzam os braços por reajuste salarial de 27%

reajuste salarial

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Campo Grande News


Servidores INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de campo Grande e outras cidades como Naviraí, cruzaram os braços nesta terça-feira (21) em uma manifestação por reajuste salarial na frente da agência localizada na Rua 26 de Agosto. Aqui em Naviraí fica na rua Dos Jardins no centro da cidade. Os trabalhadores pedem aumento de 27%. Durante a paralisação a estimativa é de que mais de 1.200 segurados fiquem sem atendimento. Além do reajuste salarial, os grevistas reivindicam melhores condições de trabalho. Segundo Adelson Nogueira, membro da comissão de greve, a agência onde ocorre a manifestação conta com 12 funcionários para atender uma média de 500 segurados diariamente. “Nesta agência deveria ter ao menos 60 servidores. A demanda é grande e não conseguimos atender a todos. Queremos a abertura de concurso público. Sofremos assédio moral porque somos pressionados a atender a todos e não conseguimos fazer isso”, afirma. O aposentado Airton Barbosa, de 65 anos, que mora no Bairro Recanto dos Rouxinóis não sabia da paralisação e voltará para casa sem atendimento, mas ainda assim, ele apoia os servidores. “concordo com eles porque tem muita coisa que precisa de mudança e isso som acontecendo se pressionarmos o governo”, observa. Munira c. Silva, representando a categoria aqui em Naviraí falou com a equipe da TV Mais e jornalcorreiodosul sobre os motivos da greve e pediu a compreensão da população. "Nossa solicitação é a mesma do Brasil todo, ou seja, queremos concurso, melhorias de trabalho e reposição salarial", apontou Em todo o estado existem 37 agências, no entanto, a paralisação ocorre quase em todas as unidades com exceção apenas de Corumbá, Rio Verde e Três Lagoas, onde o atendimento ocorre de forma parcial. Os grevistas informam que os segurados que estavam com atendimento agendado, devem fazer o reagendamento por meio do telefone 135. Os trabalhadores aguardam o resultado de uma reunião que será realizada nesta manhã às 10 horas em Brasília (horário de Campo Grande), com o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas. Nesta quarta-feira (22), os funcionários do INSS se reunirão com outros servidores federais em uma passeata programada para as 8 horas, na Praça do Rádio Clube, de onde o grupo seguirá até a Rua 14 de Julho, local de encerramento da manifestação. midiamax/ adap Balta