16/08/2017 08h48min - Naviraí
5 anos atrás

Sicredi doa quimonos para projetos sociais da Seleta de Naviraí

Sicredi doa quimonos

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: Assessoria de Comunicação


Buscando sempre apoiar as ações realizadas por entidades filantrópicas e sem fins lucrativos, o Sicredi firmou parceria com a Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária) de Naviraí, para viabilizar quimonos aos alunos atendidos em dois projetos de artes márcias que atendem dezenas de adolescentes e crianças carentes do município. A entrega de 70 quimonos [50 para o Projeto Social de Karatê e 20 para o Projeto de Jiu-Jitsu Educando no Tatame], aconteceu na tarde do último sábado (12/08), em solenidade que contou com a presença de representantes da Seleta, da gerente da agência local do Sicredi (Audi Recco) e outros colaboradores da instituição financeira. O local da entrega dos quimonos foi o Ginásio Poliesportivo de Naviraí, onde no mesmo dia da entrega dos quimonos aconteceu a abertura do 14º Campeonato Brasileiro de Karatê Kyokushinkaikan e os alunos do Projeto Social de Karatê da Seleta participaram deste importante evento, vestidos com os novos quimonos. Os membros do quadro da Seleta de Naviraí que estiveram no ato da entrega dos quimonos pelo Sicredi, agradeceram o apoio que segundo eles, serão importantes para que os alunos possam treinar e participar de competições dentro e fora de Naviraí, sempre uniformizados. Responsável por ensinar o Jiu-Jitsu [arte suave) para cerca de 30 alunos de 10 a 16 anos no Projeto Marcia Setsuko Sakemi (Educando no Tatame), desenvolvido na Seleta de Naviraí às terças e quintas-feiras, o professor Cleone Nascimbeni falou da importância do apoio do Sicredi ao viabilizar a entrega dos quimonos. – Graças a esse incentivo, podemos ajudar essas crianças e adolescentes, os retirando da ociosidade para resgatar e entregar à sociedade pessoas do bem – resume Cleone Nascimbeni. O Projeto Social de Karatê da Seleta de Naviraí atende aproximadamente 40 alunos (crianças e adolescente de ambos os sexos) com idade entre 09 e 17 anos, sob a orientação do professor de Karatê Fabiano dos Santos Paula (Shihan Fabiano), às terças e quintas-feiras em dois períodos: 09 às 10h e 15 às 16h. Para Fabiano dos Santos o apoio do Sicredi ao projeto Social de Karatê da Seleta veio em boa hora. – Constatamos a alegria de cada aluno ao receber o seu quimono. Agradeço à gerente do Sicredi, a Audi Recco, por acreditar nesse projeto e juntamente com a Seleta formar essa união que torna possível atender essas crianças e adolescentes, os ensinando através do Karatê, a serem educados, gentis e estudiosos, pois a frequência escolar é um dos requisitos para que prossigam no projeto – afirma Shihan Fabiano. Em nome do Sicredi, Audilene Recco falou da satisfação da instituição financeira em poder ajudar os dois projetos sociais da Seleta, desejando sucesso aos professores e alunos que participam ativamente do Projeto Social de Karatê e do Projeto de Jiu-Jitsu Educando no Tatame. FolhadeNaviraí