21/08/2016 18h18min - Geral
6 anos atrás

Temporal de sábado faz novo estrago em Naviraí e região

Temporal

Zum ► Volume de agua no Cumandai mais uma vez estourou a ponte recém construída

Odilo Balta / jornalcorreiodosul@terra.com.br
Fonte: A Gazeta News


A forte chuva que caiu na tarde do sábado provocou estrago e interditou o prolongamento da Avenida Weimar Torres mais uma vez, no Córrego Cumandaí. Poucos meses depois da Prefeitura de Naviraí consertar os estragos provocados pelas fortes chuvas que caíram na cidade, no sábado, por volta das 14 horas, mais uma vez se repetiu o fato: a forte chuva que caiu inclusive com granizo, no córrego Cumandaí, no final da Avenida Weimar Gonçalves Torres, saída para o Porto Caiuá e aos bairros Eco Park IV, Cidade Jardim e outros, fez romper o asfalto, deixando uma grande cratera e obrigando a municipalidade a interditar o local. A notícia se espalhou pelas redes sociais e em poucos minutos muitas pessoas curiosas compareceram ao local para ver a veracidade do que era anunciado. Tudo foi provocado por 45 minutos, mais ou menos, de forte chuva que deixou estragos de grandes proporções pela cidade. Uma árvore caiu e acabou por bloquear o tráfego de veículos na Avenida Amambai e na Avenida Campo Grande um posto de combustível teve a sua estrutura danificada e desabou. Um poste de alta tensão foi danificado, fios arrebentaram e parte da cidade temporariamente ficou sem energia. Policiais militares estiveram no local organizando o trânsito e funcionários da Prefeitura colocaram cavaletes sinalizando o local. Quem esteve visitando o local pode comprovar que o conserto deverá ser feito com tudo bem calculado, porque quando chove forte em Naviraí, é muito grande a quantidade de água (enxurrada) que saiu das proximidades do Navi Clube, Estádio Virotão e loteamentos das imediações do Córrego Cumandaí. “Aqui precisa ser construída uma ponte ou colocar vários tubos de concreto bem grande”, disse um morador do local, sugerindo aquelas tubulações enormes utilizadas em rodovias. Outro morador sugeriu que se fizesse o que foi feito no km 49 da rodovia BR-163, com a colocação de pedras do lado esquerdo da pista, no sentido cidade ao Porto Caiuá. DOURADOS Os temporais avançam pela região Sul do Estado na tarde deste sábado (dia 20). Em Dourados, as rajadas de vento chegaram a 53km/h às 15h29. De acordo com a estação da Embrapa Agropecuária Oeste, os vento foi classificado como fortíssimo. Foram registrados 19.8 milímetros de chuva. A ventania destelhou parte da cobertura de duas casas e derrubou uma árvore na região do Jardim Novo Horizonte. “Nós tivemos três chamados, um de uma queda de árvore no portão de uma casa no Jardim Novo Horizonte, e duas casas na mesma região que tiveram o beiral destelhado. Estamos seguindo para o local para cortar a árvore, já as casas, nada grave, não chegou a destelhar, foi apenas o beiral mesmo”, afirma Ademir Martins, diretor operacional da Defesa Civil, em entrevista ao DOURADOS NEWS. A chuva teve duração de 36 minutos. TEMPORAL Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), uma frente fria, formada no Sul do Brasil, se deslocou neste sábado pelo pelo Sul e Centro do Estado. A chuva foi acompanhada de trovoadas e fortes rajadas de vento. Nas demais áreas, ocorreram chuvas isoladas. Mato Grosso do Sul teve alerta para tempestades e declínio de temperatura. Jota Oliveira e informações do Sul News